10 de outubro de 2015

DOCE LEMBRANÇA - por Fafá Bitu




Realmente faz um certo tempo que não visito minha terra,  pouco a pouco fui ficando pequena para a cidade que cresceu tanto...  talvez eu seja mais varzealegrense que muita gente que aí mora. Sou apaixonada pela cidade onde nasci mas depois que meus pais e irmãos partiram... deixei de ir, tanto nas férias como nos eventos. Há muita recordação e sinto um vazio enorme.  Sinto-me pequena diante de tanta grandeza pode até ser egoísmo mas não não consigo mudar minha maneira de ver essa coisa talvez negativa em mim.
Tenho orgulho de ser nordestina mais exatamente do sul do Ceará e de VÁRZEA ALEGRE. Desconheço uma cidade onde haja tanto calor humano, mesmo distante a gente se adora.
Além de falar cantando, a gente fala mais ou menos  assim:

NÃO, NEGUINHA!
MULHERZINHA!
É DEVERA!
ESTÁ COISANDO...
E EU COM ISSO?
VAI MORRER DO BOFE!
É DO TEMPO DO RONCA.
VAI PRÁ BAIXA DA ÉGUA!
OH! MENINO BOM DE PEIA!
PEI BUFO!
É COMO DIZ A HISTÓRIA
LÁ EM NÓIS
O BICHIM
 TADIM
BONITIM
DOENTIM
O POBE TÁ JÁ DOBRANDO O BECO DE ZÉ BITU
- VIXE, MARIA..
- VÔTE...
-ESCACAVIEI  TUDO E NUM VI COISA NENHUMA
-CUMA foi???
-Num dá um PREGO numa barra de SABÃO.
-PRUMODE
-ESTURDIA ( OUTRO DIA)
-Um MAGOTE de menino. ( vários)
-Uma RUMA de gente.
-Deixa de ZUADA...
-Tenha COIDADO...




Nenhum comentário:

Postar um comentário