31 de dezembro de 2011

ORAÇÃO DA SERENIDADE

CONCEDEI-NOS SENHOR A SERENIDADE NECESSÁRIA
PARA ACEITAR AS COISAS QUE NÃO PODEMOS MODIFICAR, CORAGEM
PARA MODIFAR AQUELAS QUE PODEMOS E SABEDORIA PARA DISTINGUIR UMAS DAS OUTRAS

Oração para a passagem do ano

Fonte: Site Permanência

Meu Jesus adorado, queremos vos oferecer nesta hora em que o tempo vira uma página da história dos homens, nosso olhar e nossas orações, contemplando o Mistério do Natal, do Vosso Presépio, onde nascestes para nos salvar.

E assim como fostes não mais do que uma frágil criança, dependendo em tudo de Vossa Mãe Santíssima e de S. José, Vosso Pai adotivo, assim queremos ser, diante de Vós e de Vosso Pai.

Antes de tudo, queremos agradecer por todas as graças que recebemos ao longo deste último ano, graças de perdão, graças de amor, vindo em nossos corações pela Santa Comunhão. Também por todas as forças e ajudas que recebemos de Vós para bem realizar nossas obrigações e deveres, tanto materiais quanto espirituais.

Nós sabemos, ó Bom Jesus, que por causa do abandono em que vos deixamos por nossos pecados, tudo o que temos nos vem da pobreza da gruta em que nascestes, da Cruz que aceitastes por nossa causa. E que, pela gloriosa Ressurreição alcançaremos, nós também, o Céu onde habitais.

Hoje o mundo se prepara para festejar um ano que termina, outro que começa. Nós queremos nos lembrar, antes de tudo, que foi o Vosso nascimento em Belém que deu origem a todos os séculos. Ali, naquela hora sublime, o tempo parou de contar para dar início a uma nova era, marcada por Vossa presença sobre a Terra.

É assim que queremos viver todos os dias, lembrando que um dia, estivestes pisando o pó das nossas estradas, falando com nossa gente, morrendo sobre uma Cruz para mostrar o caminho do Céu. Dessa lembrança virá nossa felicidade neste novo ano.

Que este ano bom seja para nós e para todos os nossos queridos pais, parentes e amigos, de verdadeira felicidade e sincera paz, e que os fogos e festejos dessa hora só nos faça estar mais próximos do tempo sem fim da Vossa Eternidade.

Amém.

Um poema do Fernando Pessoa



Num meio-dia de fim de primavera eu tive um sonho como
uma fotografia: eu vi Jesus Cristo descer à Terra.
Ele veio pela encosta de um monte, mas era outra vez
menino, a correr e a rolar-se pela erva
A arrancar flores para deitar fora, e a rir de modo a
ouvir-se de longe.
Ele tinha fugido do céu. Era nosso demais pra
fingir-se de Segunda pessoa da Trindade.
Um dia que DEUS estava dormindo e o Espírito Santo
andava a voar, Ele foi até a caixa dos milagres e
roubou três.
Com o primeiro Ele fez com que ninguém soubesse que
Ele tinha fugido; com o segundo Ele se criou
eternamente humano e menino; e com o terceiro Ele
criou um Cristo eternamente na cruz e deixou-o pregado
na cruz que há no céu e serve de modelo às outras.
Depois Ele fugiu para o Sol e desceu pelo primeiro
raio que apanhou.
Hoje Ele vive na minha aldeia, comigo. É uma criança
bonita, de riso natural.
Limpa o nariz com o braço direito, chapinha nas poças
d'água, colhe as flores, gosta delas, esquece.
Atira pedras aos burros, colhe as frutas nos pomares,
e foge a chorar e a gritar dos cães.
Só porque sabe que elas não gostam, e toda gente acha
graça, Ele corre atrás das raparigas que levam as
bilhas na cabeça e levanta-lhes a saia.
A mim, Ele me ensinou tudo. Ele me ensinou a olhar
para as coisas. Ele me aponta todas as cores que há
nas flores e me mostra como as pedras são engraçadas
quando a gente as tem na mão e olha devagar para
elas.
Damo-nos tão bem um com o outro na companhia de tudo
que nunca pensamos um no outro. Vivemos juntos os dois
com um acordo íntimo, como a mão direita e a esquerda.
Ao anoitecer nós brincamos as cinco pedrinhas no
degrau da porta de casa. Graves, como convém a um DEUS
e a um poeta. Como se cada pedra fosse todo o Universo
e fosse por isso um perigo muito grande deixá-la cair
no chão.
Depois eu lhe conto histórias das coisas só dos
homens. E Ele sorri, porque tudo é incrível. Ele ri
dos reis e dos que não são reis. E tem pena de ouvir
falar das guerras e dos comércios.
Depois Ele adormece e eu o levo no colo para dentro da
minha casa, deito-o na minha cama, despindo-o
lentamente, como seguindo um ritual todo humano e todo
materno até Ele estar nu.
Ele dorme dentro da minha alma. Às vezes Ele acorda de
noite, brinca com meus sonhos. Vira uns de pena pro ar,
põe uns por cima dos outros, e bate palmas, sozinho,
sorrindo para os meus sonhos.
Quando eu morrer, Filhinho, seja eu a criança, o mais
pequeno, pega-me Tu ao colo, leva-me para dentro a Tua
casa. Deita-me na tua cama. Despe o meu ser, cansado e
humano. Conta-me histórias caso eu acorde para eu
tornar a adormecer, e dá-me sonhos Teus para eu
brincar

Paz e Bem - por Fátima Bitu


Eu não queria fechar 2012 com uma mensagem triste mas é extremamente necessário que eu o faça. Estou chegando de um velório exatamente no dia 31 de dezembro quando tantas pessoas se preparam para a virada do ano: "REVEILLON'. Reveillon é uma palavra francesa que quer dizer " DESPERTAR" e foi que aconteceu. Meu amigo Edson despertou....partiu ao encontro de seus pais que o amavam tanto e de quem  ele cuidou tão bem. Só que depois que os pais se foram..ele ficou perdido, os irmãos se afastaram diante de sua enfermidade. Ficou á mercê dos vizinhos e amigos que tiveram a caridade de assistí-lo até o último momento. Chega a ser contraditório mas meu amigo se libertou de um sofrimento grande que ultrapassa o pesar de uma doença maligna. Sofreu as dores do abandono familiar, por conta de um preconceito bobo. Trabalhou tanto para dar uma boa vida aos pais e irmãos e quando adoeceu...foi abandonado. Os amigos visitavam mas não podiam entrar na casa porque havia um cadeado  separando. A gente conversava de longe, ele não se queixava, apenas agradecia a  visita. O cuidador  disse muito amargurado que passava o dia com ele, dando medicamentos, fazendo a higiene, conversando, dando alento mas à noite precisava descansar e meu amigo pasava a noite sozinho, trancado de cadeado porque segundo os irmãos...era arriscado alguém roubar o que havia lá dentro como se a gente não soubesse que seus cartões de crédito foram retirados, seu salário que poderia lhe dar uma vida mais digna era recebido por esses que se dizem irmãos. Diante dessa triste realidade, eu me pergunto: onde ficou o sentimento de família tão cobrado a ele enquanto seus pais viviam? Hoje ele partiu ao encontro do PAI onde com certeza será recebido pelos seus pais que o amavam tanto. Estou saudosa mas muito indignada e postei apenas para lhe prestar uma última homenagem: PAZ E BEM, EDSON, VOCÊ AGORA ESTÁ NA MORADA DOS JUSTOS. DESCANSE EM PAZ!
Fátima Bitu

30 de dezembro de 2011

Auto de Natal - Parte 3

NOITE EM BRANCO

O Natal não ficou só em rabugens
Já que a pomba da paz apareceu.
Ostentou branca luz, que me aqueceu,
E voou exibindo as suas penugens.

Sobre as folhas jaziam as lanugens,
Que cobriam os frutos, no apogeu,
De uma ceia que Deus me ofereceu
Pra o Natal não passar em brancas nuvens.

No Ano Novo, estarei bem diferente,
Pois a festa que alveja tanta gente
Não será como a noite do Natal.

De plantão, corpo meu não terá dança,
Mas minh’alma trará grande esperança
Pois, de branco, estarei no hospital.
Dr. Sávio Teixeira Pinheiro.

Um Feliz Ano Novo!


 Aos leitores reais e/ou virtuais....

....aos prezados colaboradores....


....a todos aqueles que.....

 
direta ou indiretamente...
                                            ..fazem o blog acontecer...

                         ...meu sincero agradecimento....
                                         ...e a certeza que em 2012...
                                 ...estaremos aqui firmes e fortes.

                                  Meu melhor presente: VOCÊ!

Recado

Ano Novo, vida nova
Tempo de avaliar o que passou, para repetir os acertos e corrigir as falhas, para perdoar e esquecer as mágoas.
É hora de recomeçar.
Tantas coisas aconteceram e, no meio da pressa, parece que nunca temos tempo para realizar nossos sonhos
e projetos.
Mais um ano se passou.
Foi tudo tão rápido.
Você olha para trás e vê sucessos e decepções, tristezas e alegrias, fantasias e realidades.
O peso do ano velho ainda está em seus ombros, em sua vida, em seu coração.
É tempo de parar.
Decrete alguns dias de paz.
Dê férias ao coração.
Aceite meia hora de silêncio.
Contemple uma flor.
Deixe que sua voz interior grite.
Nosso complexo de onipotência cria a ilusão de que podemos funcionar sempre, sem descanso.
O resultado é trágico: stress, o mal do século.
Pare um minuto.
Reze.
Olhe para o Universo e veja o que existe de bom.
Exercite-se na arte de ser feliz.
Confraternize com todas as pessoas de todo o mundo.
E tenha um Feliz Ano Novo.

Poema do Menino Jesus - Fernando Pessoa

Dedico esta postagem ao aniversariante do dia: o grande amigo PAULO VIANA

29 de dezembro de 2011

Auto de Natal - Parte 2

Feliz Aniversário, Paulo Viana !- por João Bitu

  Estimado   amigo Paulo Viana,

É com muita satisfação que faço uso deste instrumento de comunicação, para cumprimentá-lo na passagem de seu aniversário natalício com os mais sinceros parabéns e votos de muitas e muitas felicidades. Vale lembrar a nossa amizade que vem de muito tempo, quando em Várzea Alegre moradores na mesma rua e posteriormente, estudando no Colégio Estadual do Ceará, o velho e tradicional Liceu do Ceará. Novamente aqui estamos bem motivados nesta outra escola que é o “Blog Sou de Várzea Alegre”. Aqui então parabenizo a nós dois.
Quero também ressaltar o respeito e a admiração que sempre tive pelos seus amados genitores e pelo Nilo Sérgio outro bom camarada.
Receba um forte abraço e sejamos sempre bons parceiros.
João Bitu

Paulinho, o mundo dá muitas voltas, nascemos e nos criamos na RUA MAJOR JOAQUIM ALVES. Ainda meninos perambulávamos por aquele espaço lúdico tão nosso: pracinha, igreja, minha casa, a tua casa, o Educandário Santa Inês,onde tivemos as primeiras lições de vida com Dona Elisa Correia. O tempo passa rápido..partimos dali em busca de nossos ideais. Você sempre muito inteligente mas o que me chama mais atenção é a tua serenidade, o jeito bonito de dizer coisas belíssimas nas tuas poesias. Hoje estou aqui para desejar um Feliz Aniversário e que Deus te dê muita saúde para continuar preenchendo nossas páginas com seus belos poemas, te quero tanto bem, amigo!

**************************************************************************

Conheci Paulo Viana
Um poeta arretado
Que escreve poesia
E é muito letrado;
Hoje envio esses versos.
Sinta-se homenageado.
A poesia te encanta.
O sentimento coopera.
Da alma surge saudade,
E o coração acelera:
Acalmando arritmia
Do abraço que espera.
Encerro a homenagem
Que faço com ousadia
Pois diante do poeta
Se pensasse não faria
Pois não sei fazer poema
Mas te abraço com alegria!
Fideralina







É com imensa alegria que o " blog sou de varzea alegre" festeja hoje o aniversário do querido amigo PAULO VIANA.






 












28 de dezembro de 2011

Auto de Natal - Parte 1

Amigos de Sempre

video

Feliz Aniversário, Jad - por João Bitu


Jad,


Pode crer que estou muito alegre neste dia. Você sabe qual é o motivo?... Adivinhou!... Hoje é dia de seu aniversário, quero lhe enviar um forte abraço de todo meu coração e desejar que você jamais fique velha, bastando que viva esbanjando saúde e vitalidade até chegar aos anos que eu cheguei. Costumo dizer que ficar velho é muito bom, ruim mesmo é ser velho, assim é que lhe desejo uma existência repleta de amor e sempre recheada de disposição, nunca cedendo à velhice.Receba um abraço bem apertado do velho avô ( não é do avô velho pois sou ainda cheio de gás e não cheio de gazes) e , também de sua avó que lhe envia beijos.
João Bitu

                                         O bolo é da tia Zezê e tia Fafá



                                  O eterno carinho da mamãe e do vovõ



                                  Os parabéns dos primos Cristiana e Dudu



                                      O beijo das  tias-avós que te amam



                      O afeto do tio Bitu Neto e do seu irmão João Péricles


                                   O eterno carinho do vovô e da vovó



                                            Nosso coração é teu

Luzes de Fortaleza - Parte 11

Luzes de Fortaleza - Parte 10

27 de dezembro de 2011

Feliz Aniversário, Amanda!

Amandinha

Quero no ensejo de mais este natalício enviar para você um forte e carinhoso abraço, acompanhado dos mais sinceros votos de perenes felicidades, almejando ao mesmo tempo Um Ano Novo carregadinho de venturas e muito amor, sempre bem feliz ao lado de seus entes queridos e muito amados. Lembro, Amandinha, de nosso convívio saudável nos tempos em que morávamos no saudoso bairro de JACARAMBU, quando nem um pouco prevíamos em como seriam os dias no porvir, com as nossas famílias modificadas e desenvolvidas. Deus é maravilhoso e nos mantém em residências não muito distantes e conserva nossos corações cada vez mais aproximados. Receba de seu velho Tio e de sua Tia Lulu um beijo fraterno,
João Bitu
**************************************************************************



Amanda,

Estou lembrando aqui do susto que seu paizão Cícero me passou num fim de tarde de dezembro. Você queria chegar ao mundo naquele exato momento e fomos correndo ao hospital, mal deu tempo chegar. Você veio linda, radiante, como ainda é até hoje para completar a felicidade de seus pais Cícero e Nerilda e seu querido irmão Beto....e eu continuo te chamando de princesa mesmo depois que você amadureceu, se formou, casou com Lídio que eu tanto quero bem. Leonardo veio completar a felicidade de vocês e agora em 2011 você veio morar mais perto da gente. Estão curtindo o novo apartamento, o filho lindo e sapeca e vivendo um grande amor. Feliz Aniversário, Amanda, a gente te curte muito, muitas felicidades!


Veja que montagem massa do niver de Leonardo!


                                   O recado carinhoso de Tia Cleide

 

                      Que Deus te cubra de bençãos!                               




                                              A BITUZADA


                                                  Que venha 2012!











A BITUZADA te adora


                                           Nossa sincera homenagem.

Luzes de Paris - por Fátima Bitu


La Tour Eiffel


Catedral de Notre - Dame



Tequila e José brindando no Natal


Joyeux Noel!


A Avenida  Champs- Èlyséees


                                               Esperando 2012.

( Colaboração dos amigos José e Tequila)