31 de março de 2013

DO BRASIL PARA A FRANÇA!




Acho essa foto muito saudosista, eu havia chegado à Paris há uns 3 dias para fazer um curso de conversação..nos primeiros dias senti muita saudade do meu povo. O rio Sena por si só já é nostálgico, dá vontade de estar com todas as pessoas que a gente ama tamanha é a magia desse lugar. Valeu, Fridda, o bom registro de uma viagem inesquecível onde aprendi muito para passar a meus alunos. Mais uma experiência vivida.






Ressurreição de Cristo




Hoje é DOMINGO DE PÁSCOA: RESSURREIÇÃO DE CRISTO! NÃO  DEVEMOS AGRADECER E LOUVAR SÓ HOJE. PRECISAMOS AGRADECER TODOS OS DIAS E TODAS AS HORAS. OBRIGADA MEU DEUS.







30 de março de 2013

Meu Pedacinho de Céu - por Isabel Bitu


Eis meu pedacinho do céu onde passo meus fins de tarde  recordando minha passagem para o GRUPO JOSÉ CORREIA LIMA em Várzea Alegre onde trabalhei 25 anos. Ganhei a roseira de DONA GENI e plantei...mas a trepadeira e o cactus nasceram por conta própria. No meu jardim sempre teve a roseira azul por sinal uma flor muito rara.Como ela nasceu por conta própria a minha dileta amiga GENI sugeriu que eu plantasse. no meu cantinho. Assim fiz rezando sempre assim: Deus faz florescer ao redor de nós as forças do bem fragilizando, debilitando, quebrando, dissolvendo, secando as forças do mal. e eu continuo rezando todo dia e regando para  afastar tais forças. 
Digo e repito sempre: ESTOU AQUI REGANDO A CÉLULA DA FELICIDADE DE CADA UM DE NÓS. Embaixo de minha janela nasceu a trepadeira azul que veio regar as células da felicidade de cada um que compõe a casa da letra I. Deus vai florescendo as forças do bem capazes de destruir o mal, afastando a força do mal desse pedacinho do céu onde moro.
Isabel Bitu



28 de março de 2013

Irmã mãe




MÃE! (por Martha Medeiros)


MÃE É MÃE: mentira !!!
Mãe foi mãe, mas já faz um tempão!
Agora mãe é um monte de coisas: é atleta, atriz, é superstar.
Mãe agora é pediatra, psicóloga, motorista.
Também é cozinheira e lavadeira.
Pode ser política, até ditadora, não tem outro jeito.
Mãe às vezes também é pai.
Sustenta a casa, toma conta de tudo, está jogando um bolão.
Mãe pode ser irmã: empresta roupa, vai a shows de rock pra desespero de algumas filhas, entra na briga por um namorado.
Mãe é avó (oba, esse é o meu departamento!): moderníssima, antenadíssima, não fica mais em cadeira de balanço, se quiser também namora, trabalha, adora dançar.
Mãe pode ser destaque de escola de samba, guarda de trânsito, campeã de aeróbica, mergulhadora.
Só não é santa, a não ser que você acredite em milagres.
Mãe já foi mãe, agora é mãe também.
MÃE É UMA SÓ: mentira !!!
Sabe por quê?
Claro que sabe!
Toda criança tem uma avó que participa, dá colo, está lá quando é preciso.
De certa forma, tem duas mães.
Tem aquela moça, a babá, que mima, brinca, cuida.
Uma mãe de reserva, que fica no banco, mas tem seus dias de titular.
E outras mulheres que prestam uma ajuda valiosa.
Uma médica que salva uma vida, uma fisioterapeuta que corrige uma deficiência, uma advogada que liberta um inocente, todas são um pouco mães.
Até a maga do feminismo, Camille Paglia, que só conheceu instinto maternal por fotografia, admitiu uma vez que lecionar não deixa de ser uma forma de exercer a maternidade.
O certo então, seria dizer: mãe, todos têm pelo menos uma.
SER MÃE È PADECER NO PARAÍSO: mentira!
Que paraíso, cara-pálida?
Paraíso é o Taiti, paraíso é a Grécia, é Bora-Bora, onde crianças não entram.
Cara,estamos falando da vida real, que é ótima muitas vezes, e aborrecida outras tantas, vamos combinar.
Quanto a padecer, é bobagem.
Tem coisas muito piores do que acordar de madrugada no inverno pra amamentar o bebê, trocar a fralda e fazer arrotar.
Por exemplo?
Ficar de madrugada esperando o filho ou filha adolescente voltar da festa na casa de um amigo que você nunca ouviu falar, num sítio que você não tem a mínima idéia de onde fica.
Aí a barra é pesada, pode crer...
MATERNIDADE È A MISSÂO DE TODA MULHER: mentira !!!
Maternidade não é serviço militar obrigatório!
Deus nos deu um útero mas o diabo nos deu poder de escolha.
Como já disse o Vinicius: filhos, melhor não tê-los, mas se não tê-los,como sabê-los?
Vinicius era homem e tinha as mesmas dúvidas.
Não tê-los não é o problema, o problema é descartar essa experiência.
Como eu preferi não deixar nada pendente pra a próxima encarnação, vivi e estou vivendo tudo o que eu acho que vale a pena nesta vida mesmo, que é pequena mas tem bastante espaço.
Mas acredito piamente que uma mulher pode perfeitamente ser feliz sem filhos, assim como uma mãe padrão, dessas que têm umas seis crianças na barra da saia, pode ser feliz sem nunca ter conhecido Paris, sem nunca ter mergulhado no Caribe, sem nunca ter lido um poema de Fernando Pessoa.
É difícil, mas acontece.
MAMÃE, EU QUERO: verdade!
Você pode não querer ser uma, mas não conheço ninguém que não queira a sua.
Martha Medeiros

Identifiquei-me com esse texto da Martha Medeiros: acho que sou uma mãe professora pois ensinar não deixa de ser uma forma de exercer a maternidade mas acima de tudo sou mãe irmã: aquela que acompanha 24 horas, que cuida, que dá carinho. Minha filha irmã não me dá trabalho. Jamais precisei ficar de madrugada esperando que ela volte da festa na casa de um amigo que nunca ouvi falar, num sítio que não tenho a mínima idéia de onde fica.Ao contrário, ela vai comigo aos eventos sempre. Cuida de mim também. Só sai se for comigo e por pura opção. Ela tem mais 5 irmãos mas SEMPRE prefere ficar comigo. E eu gosto de estar pertinho dela também, fico mais tranquila, nos adoramos. Aliás, os amigos dizem que estamos sempre coladinhas. E ela tem poder de decisão, talvez mais forte que eu. A última palavra aqui em casa, é a minha: " TÁ BOM, ZEZÊ! 
Fafá Bitu

QUINTA- FEIRA SANTA






As cerimônias de quinta-feira santa – altura em que a Igreja Católica recorda a última ceia de Cristo com os seus apóstolos – não vão ser nas basílicas de S. Pedro ou de S. João de Latrão, como era costume. O Papa Francisco vai celebrar missa na capela de um instituto penal para menores, “num contexto de grande simplicidade”, refere a Santa Sé em comunicado. O Instituto Penal Masculino e Feminino Casal del Marmo, uma prisão para menores, nos arredores de Roma, foi o local escolhido por Francisco para celebrar no próximo dia 28. Bento XVI visitou esta casa em Maio de 2007. O “lava-pés” faz parte da cerimónia de quinta-feira santa, recordando o momento em que Jesus, segundo a Bíblia, num sinal de humildade, lavou os pés aos discípulos. Neste caso, Francisco lavará e beijará os pés a 12 jovens que estão presos naquela instituição. O porta-voz do Vaticano confessou, segundo a Reuters, não se recordar de quando foi a última vez que a cerimónia não se realizou em S. Pedro ou em S. João de Latrão. Na Argentina, enquanto arcebispo, Francisco celebrava a quinta-feira santa em prisões, hospitais, lares de terceira idade ou com os mais pobres. O objectivo é manter a tradição de estar com os que mais precisam. Com esta celebração “o Papa Francisco dá continuidade ao seu costume que é caracterizado por um contexto de grande simplicidade”

26 de março de 2013

Ao padrinho Pedro Piau - por Zezê Bitu



Padim Pedro, essa foto montagem lembra uma data muito especial quando nos encontramos na IGREJA DA SAGRADA FAMÍLIA para comemorar seus 90 anos. Esse dia ficou gravado  na minha memória. Foram momentos em que celebramos em família um encontro selado por uma profunda amizade. 

Sinto-me  felizarda em ter sido conduzida à pia batismal por tão simpático, inteligente e abnegado ser humano e minha bondosa madrinha Iraci. Obrigada, meu padim!Obrigada pela amizade a minha família...pela atenção a mim dedicada, por trilhar nossos caminhos. 

Infelizmente, não posso mais usufruir da sua presença física mas com certeza está agora rodeado de seus entes queridos: Madrinha Iraci(sua primeira esposa), Joãozinho.. meus pais que eram também padrinhos de seu filho Serginho da minha idade. Nossas famílias sempre se deram muito bem, morávamos pertinho e até hoje procuramos manter esse forte laço de amizade.

Hoje está fazendo um ano de sua partida para a casa do PAI CELESTIAL.Saudades eternas de sua afilhada,

Antônia Alves Bitu ( Zezê)

25 de março de 2013

Deus cuida da gente



Deus não nos daria essa vida se não soubesse que somos  fortes o bastante para suportar, contornar e vencer os obstáculos que a vida nos impôs. Deus cuida da gente e nos dá força para enfrentar aquelas noites traiçoeiras.




Terra da Luz


     DIA DO MARACATU E LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS NO CEARÁ














24 de março de 2013

Tempos Idos - por João Bitu



João Bitu, tempos idos e tempos vividos, que nos faz lembrar tantas saudades do passado. Memorize o ano desta foto que tiramos no Rio de Janeiro ano 195.
Rdo. Menezes







Uma linda lembrança de tempos em que estávamos ausentes buscando outros rumos em nossas vidas.
Aconteceu em 1957 no bairro de Magalhães Bastos na cidade maravilhosa.
Ali tivemos alegrias, contudo, sofrendo muitas saudades do amado Ceará.
Enfim, tudo passa,
Meu abraço Raimundo


Raimundo Meneses é um dos meus melhores amigos. Testemunhou a minha luta na grande cidade onde vemos "O CRISTO" de braços abertos a nos receber. Tal como o Raimundo fez comigo naquela manhá de fevereiro de 1957 quando cheguei na CORRÊA SEARA 65 de Táxi. Ele saiu lá de dentro e me estendeu os seus braços abertos e ainda hoje os tem na mesma postura conservando uma amizade sincera e intocável
Um forte abraço Raimundo.







Domingo de Ramos



O " DOMINGO DE RAMOS" é a celebração da Igreja Católica que relembra a entrada de Jesus em Jerusalém, montado em um jumento onde foi aclamado como um REI pela multidão que acenava com ramos de palmeiras e oliveiras exclamando " Bendito  o que vem em nome do Senhor".
"DOMINGO DE RAMOS" é uma data que celebra a união entre os povos. É uma ocasião para expressar nosso amor ao próximo e buscar a convivência harmoniosa com nossos irmãos e irmãs.
Viva Cristo, nosso Rei e Salvador!
Viva Jesus, nosso Senhor!!!



21 de março de 2013

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN.


Uma homenagem a todas as pessoas que Deus fez de uma forma única e excepcional.. O objetivo maior é valorizar as pessoas com SÍNDROME DE DOWN, conscientizando a população sobre a importância dos direitos inerentes a essas pessoas que nasceram assim.. de desfrutar uma vida plena e digna, como membros em suas comunidades e na sociedade. Elas querem e conseguem  independência e inclusão social. Rompa preconceitos.Afinal é preciso amar as pessoas independente de cor, raça, ou deficiência , portanto ninguém é igual a ninguém , mas iguais perante a Deus.


    DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN.





                














20 de março de 2013

Mais Uma Saudade: Emílio Santiago






Tudo que se quer

Olha nos meus olhos,
Esquece o que passou...
Aqui neste momento.
Silêncio e sentimento
Sou o teu poeta
Eu sou o teu cantor
Teu rei e teu escravo
Teu rio e tua estrada 
Vem comigo meu amado amigo
Nessa noite clara de verão
Seja sempre o meu melhor presente
Seja tudo sempre, como é
É tudo que se quer
Leve como o vento
Quente como o sol
Em paz na claridade
Sem medo e sem saudade
Livre como um sonho
Alegre como a luz
Desejo e fantasia
Em plena harmonia
Eu sou o teu homem
Sou teu pai, teu filho
Sou aquele que te tem amor
Sou teu par, o teu melhor amigo
Vou contigo seja aonde for
E onde estiver, estou
Vem comigo meu amado
amigo
Sou teu barco, neste mar de amor
Sou a vela que te leva longe
Da tristeza
Eu sei, eu vou
E onde estiver estou.

Link: http://www.vagalume.com.br/emilio-santiago/tudo-que-se-quer.html#ixzz2O7MV2iTZ





PARA VICENTE ALMEIDA por João Bitu

Em verdade não sei o que mais me comove – a música ou a poesia.

Certo é que existe dentro de mim algo desconhecido  que acelera meus sentimentos ao deparar com as duas maravilhas.


A música eu escuto e tenho a impressão de que estou sonhando, acometido de sensações diversas a ponto de me por em êxtase. Sinto tristezas e alegrias ao mesmo tempo num agradável caos
de reflexão e  contentamento.

Á poesia é o desejo  ardente de exteriorizar o que passa no âmago do meu “Eu”. Gostaria de possuir um dom poético bem enriquecido  para mostrar aquilo que está dentro de mim.

 VEJA SÓ:

“Quando me sinto adverso
Concentro-me numa canção
Ou então arranco um verso
De dentro do coração”.




19 de março de 2013

PARA MEU AMIGO JOÃO BITU - Por Vicente Almeida

video
João Bitu!

Não sei se estes cantores e esta musica te lembram alguma coisa boa naquele passado bom que ficou lá para trás.

O fato é que você se tornou um grande amigo e procurei minunciosamente, uma música que falasse do nosso passado juvenil e resultou nesta.

Para mim esta música lembra muito o tempo das minhas paixões, dos muitos amores que tive, nos idos de 60 e 70, por isto o Nelson era meu cantor predileto e o Martinho da Vila também traduzia em suas músicas todo meu sentimento de moleque apaixonado.

Quero te dizer amigo, que embora tenhamos nos encontrado uma única vez nesta vida e conversado apenas por cerca de trinta minutos, graças a nossa estimada Fafá, me faz parecer que já eramos amigos de muitos e muitos anos atrás. Razão por que sinto tanta saudade daquela única conversa que tivemos. Tenho por você uma grande amizade como se nossas vidas tivesse um entrelaçamento de outras eras, que já se perderam na noite dos tempos. Você e sua família são como minha família - Se me permite assim falar.

Agradeço a você e a Luzinete a bela recepção em seu lar. Perdão, já devia ter agradecido há mais tempo, nem sei por que esqueci. Agora estou me retratando.

Aceite o mais fraterno abraços deste seu amigo.

Vicente Almeida
19/03/2013

Aumentai o nosso fervor


 Muito felizes porque choveu em Fortaleza... ..





                           ... e choveu muito mais ainda na nossa querida Várzea Alegre. 





São as águas de março trazidas pelo nosso padroeiro São José que não nos desampara..



CARÊNCIA AFETIVA - João Bitu


 Eu anseio bastante amar
Com muito ardor e desvelo
Calor até não contê-lo
No âmago a transbordar

Eu preciso de afeto
Amizade sem fronteira
Que ultrapasse a barreira
Do bem querer mais dileto

Quero muito ser amado
E com ternura almejado
Imune de afetos vagos...

Ou coisa então parecida!
 -Quanto falta em minha vida
Cumplicidade e afagos!

João Bitu
IMPOSSÍVEL ESQUECER
NINGUÉM ME AMA
Nora Ney

17 de março de 2013

Assim sou eu



Tenho um lado carinhoso, amável, estressado, preguiçoso, engraçado, irônico, insuportável...e cada um tem de  mim o lado que merece.




15 de março de 2013

A VIDA Tem A Cor Que Você Pinta



A VIDA TEM A COR QUE VOCÊ PINTA

Concordo plenamente e até fiz essa montagem ilustrando cada momento de minha vida.

Na foto 1 estou no IMPARH  onde ensinei 25 anos e pude exercitar a língua mais culta e doce desse mundo. De vez em quando passo por lá e faço fotos. Gosto do jardim, do verde, do canto dos pássaros. Sento nesse banco e relembro os bons momentos que aí passei

A foto 2 é como se eu estivesse observando o que passou e pode estar passando. Nessa hora sou uma mera " voyeur" no bom sentido, claro Há momentos na vida em que é melhor calar e só olhar de longe, guardar as conclusões para mim mesma.

 Na foto 3 estou com ZEZÊ, minha fiel irmã, companheira de todos os momentos.

 Na foto 4 mostro Fafá que venceu muitos obstáculos e hoje tem orgulho de mostrar como vive bem e orgulhosa de tudo que conquistou.

 A foto 5 me inspirou a escrever essa postagem: "A VIDA TEM A COR QUE VOCÊ PINTA", acho que não preciso dizer mais nada.

A foto 6 é um cantinho da minha casa onde guardo "les souvenirs", lembranças da minha vida profissional, fotos, tout quoi!

 A última foto mostro a devota de Nossa Senhora de Fátima, não me separo dela, seja na net através de fotos, seja nos 4 cantos da minha casa e nas minhas bolsas para quando saio. Foi um pedido de minha mãe quando voltei a caminhar, procuro cumprir essa promessa.

Terminando a montagem vem Fátima 59 anos, essa foi feita com muito carinho e cuidado para comemorar meus 60 anos que espero ansiosa mostrando assim como fui, sou e serei uma pessoa vitoriosa.

" Quero sua risada mais gostosa, esse seu jeito de achar que a vida pode ser maravilhosa." IVAN LINS




Depende de nós

Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

Depende de nós
Que o circo esteja armado
Que o palhaço esteja engraçado
Que o riso esteja no ar
Sem que a gente precise sonhar

Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs

Depende de nós
Se este mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá

Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo para um mundo melhor

Lá,lá,lá,lá,lá...

Link: http://www.vagalume.com.br/ivan-lins/depende-de-nos.html#ixzz2NeqYcbDI







Acredite em você






Acredite em você
Não importa onde você está
O importante é para onde quer ir...
Não importa o porquê
O importante é o querer
O importante mesmo são suas alegrias
Não importa o que você passou
O passado guarde na sua lembrança
Não veja; apenas olhe
Não escute; apenas ouça
Não toque; sinta
O mundo é um espelho
Só acreditando no futuro
você conseguirá a paz
para alcançar seus sonhos
Afinal, o que importa?
Você importa!!!!!



14 de março de 2013

AO POETA JOÃO BITU



Seu irmão é poeta
Não adianta esconder
Ele faz tudo em sigilo
Sem querer aparecer
No entanto a gente sabe
E logo tudo se ler
As palavras eloquentes
Que ele faz acontecer

Parabéns a esse moço
E o faço com prazer
Através dessas palavras
Que estou a lhe dizer
Afirmando com certeza
Para mim é um lazer
Parabenizando o poeta
E estas rimas lhe trazer.

De Fideralina para João Bitu.

João Bitu e as Muitas Saudades



Dizem que todo mundo tem um amigo, primo, irmão ou cunhado poeta. Pra ser poeta não precisa escrever livro: basta tocar o nosso coração. 

A homenagem do sou de varzea alegre hoje vai para meu irmão João Bitu que consegue tocar nossos corações com sua poesia enaltecendo a familia,a imensa saudade das CARNAÚBAS onde nasceu,  VÁRZEA ALEGRE onde curtiu sua juventude,a cidade maravilhosa onde conheceu o grande amor de sua vida: LUZINETE e que até hoje partilham esse lindo amor, curtindo os  filhos e netos. Todas as homenagens hoje vão para você, meu irmão, que enche nosso blog  de pura emoção com suas bela arte de escrever.





AS CARNAÚBAS


Bem ao lado do Riacho do Machado
Que molha com suas águas correntes
As margens férteis desde sua nascente
E se alongam até um final distanciado
Ali fica o Sítio Carnaúbas, berço amado
Onde Pompílio viu o meu nascimento
Iniciando o bem aventurado surgimento
De uma prole bem sucedida e amada
Que veio a ser chamada “a bituzada”
Por um poeta em inspirado momento.

Zé Bitu foi seu líder bem sucedido
Um cidadão de rara prudência e saber
Através de quem tudo havia de ser
Ministrado e com muito dispor exercido...
De certo modo era um homem introvertido
Não se prestando ao “disse me disse”
Que de qualquer esquina partisse
Limitando-se ao repente habitual
Que lhe era, por instinto, muito natural
E que na ocasião, por ventura, lhe surgisse.

Ao seu lado sempre se dedicando com fervor
Aos afazeres do lar de paz raríssima
Dona Vicentina a esposa e Mãe castíssima
A tudo assistia e compartilhava com muito amor...
Sua afeição e o seu zelo eram um primor
E consistiam em ensinar e dar educação
Aos diversos filhos ainda em formação
Reservando a eles um futuro de grandeza
Mostrando-lhes sempre o bem com firmeza
Ao doar com carinho frutos de seu coração

Com quantas saudades lembro a Tia Isa!
E Chiquinho, - ela cheia de amor e de fé
Os dois ocupavam um aconchegante chalé
Que recebia uma suave e saudável brisa
Cujo aroma ainda hoje me sensibiliza.
Pequenos detalhes são aos quais me agarro
Por mais que sejam alguns até bizarros,
Todo dia, mesmo tendo eu já jantado  
Corria lá a degustar um saboroso pegado          
Que ela deixava ao fundo duma panela de barro

Antonio Alves Bitu meu tio e padrinho
Por muitos chamado de Seu Antõe
Ficou mesmo com o cognome “Nonõe”
A cuja alcunha acolheu com carinho
Jamais ficava separado dum cigarrinho
Posto na boca ou atrás de sua orelha                                                            
Formando constante e imutável parelha
De tanto fumar triste e penosa sina
Veio a contrair enfermidade maligna
Que à fatalidade e ao óbito só se assemelha;

Afonso Bitu era agricultor e barbeiro
Amargava uma existência muito sacrificada
Herdou uma propriedade bem isolada
Num local conhecido por Romeiro
Ficava por lá trabalhando o dia inteiro
Sem fazer em casa qualquer desjejum
Lá ficava dando duro sem alimento nenhum
Somente à tarde quando para casa voltava
Era então que precariamente preparava
Para si uma alimentação bem comum.

Num casebre de taipa em penúria absoluta
Habitava meu mestre Pompílio José Duó
Cidadão muito humilde e pobre que nem Jó
Que criava uma enorme família em cruenta luta
Era, mesmo assim, um homem de ilibada conduta
Que em decência e bondade submerso
Subsistia a tudo em seu cruel viver adverso
E nem deixava transparecer o sofrimento e sua dor.
Com determinação, firmeza e pretenso penhor
Foi ele quem me ensinou a fazer versos


As Carnaúbas foram uma escola em minha vida
O berço duma doce e feliz existência
Cenário da mais pura e saudável convivência
Fase que em tempo algum será esquecida...
Oh que saudade daquela infância querida
Das coisas naturais e belas que lá ficaram
Pátria em que o amor e a minha paixão habitaram
Suscitando hoje esta vera e fiel história
Daquele sítio de imensa e saudosa memória
Minhas Carnaúbas onde tais fatos se registraram

João Bitu


                                                                                                                









13 de março de 2013

Tudo de bom para você



Adoramos essas dicas... tentamos segui-las na medida do possível.É por isso que somos tão saudáveis assim.



Tem que ser A MULHER




Quequeida,

Para ser uma mulher
não basta ser linda tem que ser maravilhosa
não basta querer, tem que poder
não basta ter coragem, tem que ter princípios
não basta respirar amor, tem que aspirar liberdade
não basta ser boa, tem que ser talentosa
não basta ter fases, tem que ser como a lua
não basta sambar, tem que dar show
não basta ser inteligente, tem que ser esperta
não basta ser metade, tem que ser inteira
não basta mudar, tem que ser uma metamorfose
não basta ser leoa, tem que ser guerreira
não basta ser diferente, tem que ser rara
não basta despertar vontade, tem que despertar desejo
não basta ser só mulher, tem que saber ser uma mulher
não basta ser mulher, tem que ser " A MULHER"..
etc....etc...etc..... tal
*****************************************************************Você sabe do  que estou falando, a gente sempre tem que procurar ser mais do que a gente pensa que é. Tem que ralar muito e sobretudo não demonstrar fraqueza NUNCA!
Fafá que te adora



Poetas lá de nós - por Mundim do Vale


POETAS LÁ DE NÓS 

Encontrei no Facebook, esse trabalho da autoria do poeta conterrâneo, parente e amigo João Bitu. Sem consultar o autor, eu estou removendo para o blog  Memória Varzealegrense, por achar que lá é o lugar adequado para expor o talento dos nossos poetas.

Acredito ainda que, assim como eu, o Sr. Memória, seus escritores e seus poetas irão reconhecer o valor literário dessa obra.
Abraços para Todos.

Mundim do Vale.


LINDA FLOR DE MEU JARDIM


Cultivo em meu pomar

Quatro trevos com estima
Ninguém dele se aproxima
Sem que eu venha a convidar

Há uma flor que é só minha

Deslumbrante e odorosa
Tão diversa e preciosa
Linda espécie, a flor rainha 

Adorável bem me quer

Flor em forma de mulher
A nada amei tanto assim

Não a toquem – por favor!

Porque ela é a flor
Que mais amo em meu jardim!

 João Bitu

A LINDA FLOR DE MEU JARDIM - por João Bitu

Cultivo em meu pomar
Quatro trevos com estima
Ninguém deles  se aproxima
Sem que eu venha a convidar

 Flor que é só minha
Deslumbrante e odorosa
Tão diversa e preciosa
Linda espécie, a flor rainha

Adorável bem me quer
Flor em forma de mulher
A nada amei tanto assim

Não a toquem – por favor!
Porque ela é a flor
Que mais amo em meu jardim!

João Bitu

12 de março de 2013

Marcha dos Marinheiros





Há momentos na vida em que o silêncio se faz necessário. Sempre que estou saudosa vejo esse clip e não preciso falar mais nada. É só fechar os olhos e lembrar de seu semblante sisudo mas cheio de boas intenções para com a família e os amigos. Saudade de você, meu irmão Raimundo 

SEGREDO EM BOCA DE MULHER - Por João Bitu


 

Por mera conveniência
Com reservas e estilo
Seu Gaspar impôs sigilo
Comedimento e decência
Acerca de uma ocorrência.
Porém seu interlocutor
Assentou com seu amor
Não haver necessidade
Segredar com intensidade
Assunto  deste teor
 
 
A esposa solidária
Ao chegar á Academia
Fez saber a uma Tia
Uma mulher sedentária
Que por ser tão solitária
Coitada muito sofria
Sem nenhuma companhia!
A idosa achou também
Muita bobagem do alguém
Que ela bem conhecia!

A Tia logo então pensou
Com quem iria  falar
E com detalhes contar
Como tudo se passou
Foi   que  se lembrou
De uma amiga distante
Que ia ficar radiante!
Era o seu nome Simone
Narrou tudo por telefone
Naquele mesmo instante!

Não se fazendo rogada
Surpresa e envaidecida
Ficou alegre da vida
Não pensou em mais nada
Vestiu-se e foi â calçada.
Vizinha pouco discreta
E muito menos correta
Quando teve a notícia
Lembrou-se então da Letícia
Sua confidente dileta

E assim em sua andança
Muita gente ficou sabendo
A notícia foi se estendendo
Dentre toda vizinhança
Com bem maior pujança!
Desta história singular
Após  muito circular
Quem por último veio saber
Foi justo Dona Irazer
A esposa de Seu Gaspar!

João Bitu