31 de maio de 2013

POEMA DIVINO



    Pai nosso, que estás no céu, na terra, no fogo, na água e no ar. Pai nosso, que estás nas flores, no canto dos pássaros, no coração a pulsar; que estás na compaixão, na caridade, na paciência e no gesto de perdão.

    Pai nosso, que estás em mim, que estás naquele que eu amo, naquele que me fere, naquele que busca a verdade. Pai nosso, que estás naquele que caminha comigo e naquele que já partiu, deixando-me a alma ferida pela saudade.

    Santificado seja o Teu nome por tudo o que é belo, bom, justo e gracioso, por toda a harmonia da Criação. Sejas santificado por minha vida, pelas oportunidades tantas, por aquilo que sou, tenho e sinto e por me conduzir à perfeição.

    Venha a nós o Teu reino de paz e justiça, fé e caridade, luz e amor. Reino que sou convocado a construir através da mansidão de espírito, reflexo da grandeza interior.

    Seja feita a Tua vontade, ainda que minhas rogativas prezem mais o meu orgulho do que as minhas reais necessidades.

    Ainda que muitas vezes eu não compreenda mais do que o silêncio em resposta às minhas preces, não te ouvindo assim dizer: Filho aguarda, tua é toda a eternidade.

    O pão nosso de cada dia me dá hoje e que eu possa dividi-lo com meu irmão. As condições materiais que ora tenho de nada servem se não me lembro de quem vive na aflição.

    Pão do corpo, pão da alma, pão que é vida, verdade e luz. Pão que vem trazer alento e alegria: é o Evangelho de Jesus.

    Perdoa as minhas ofensas, os meus erros, as minhas faltas. Perdoa quando se torna frio meu coração; quando permito que o mal se exteriorize na forma de agressão.

    Que, mais do que falar, eu saiba ouvir. Que, ao invés de julgar, eu busque acolher. Que, não cultivando a violência, eu semeie a paz. Que, dizendo não às exigências em demasia, possa a todos agradecer.

    Perdoa-me, assim como eu perdoar àqueles que me ofenderem, mesmo quando meu coração esteja ferido pelas amarguras e dissabores da ingratidão.

    Possa eu, Senhor da Vida, lembrar de que nenhuma mágoa é eterna e de que o único caminho que me torna sublime é a humilde estrada da reconciliação.

    Não me deixes cair nas tentações dos erros, vícios e egoísmo, que me tornam escravo de minha malevolência.

    Antes, que Tua luz esteja sobre mim, iluminando-me, para que eu te encontre dentro de minh’alma, como parte que és de minha essência.

    E livra-me de todo o mal, de toda violência, de todo infortúnio, de toda enfermidade. Livra-me de toda dor, de toda mágoa e de toda desilusão.

    Mas ainda assim, quando tais dificuldades se fizerem necessárias, que eu tenha força e coragem de dizer: Obrigado, Pai, por mais esta lição!

    Tudo o que nos cerca é poesia Divina. Há um traço de Deus em cada ser da Criação.

    Busquemos por Ele no desabrochar das flores, no correr das águas, no canto do vento, no cintilar das estrelas.

    Mas, acima disso, busquemos por Ele em nosso interior. Basta que, por um instante, fechemos os olhos e O sintamos: lá Ele está, dando rima aos versos de nossas vidas...

Autor desconhecido


CORPUS CHRISTI 2



                                           CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA...:




                                           ....na  IGREJA MATRIZ DE CRISTO REI




                        Procissão com o Santíssimo Sacramento, da paróquia de Cristo Rei...





.... tendo o seguinte trajeto: Av. Santos Dumont, (com parada no Hospital Gênesis para a benção dos enfermos)



...rua Isac Mayer, Costa Barros (com parada no Hospital Cura D’ars para benção dos enfermos), Nogueira Acioly...

 ..



e encerrando na Igreja com a benção dos fiéis e da cidade.  Um momento especial para toda comunidade de Cristo Rei.


                                     

Casa Arrumada




CASA ARRUMADA
 Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Casa arrumada é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa
entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um
cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os
móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras
e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições
fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca
ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.












30 de maio de 2013

DOCE RECORDAÇÃO por João Bitu


Mente sã em um corpo são!
Era meiga  e uma  doce criatura
E foi minha mais ardente paixão 
Mulher bela e cheia de candura

Virgem pura coração  só de bondade
Gestos suaves de adorável pureza
Alma cheia de imensa dignidade
Uma rainha da mais rara beleza

Dentro dela  havia de tudo em harmonia
Amor, atração e constante alegria
Calados no fundo d’ alma submersos

Menciono com a paixão que me consome
Siglas e sinais de seu saudoso nome
Com muito amor nestes meus singelos versos

 João Bitu
                                                                 I MPOSSÍVEL ESQUECER
                                                                              F ELICIDADE
                                                                          Caetano Veloso

Visitando a Paróquia do Cristo Rei - Jorge e Verônica


                                                      Sejam Bem-vindos!






                                                 TAPETE DE CORPUS CHRISTI





                                                     PARÓQUIA DO CRISTO REI





                                                Visita aberta ao público






                                                         NOSSA MÃE





                                                    CHEGANDO AO ALTAR







                                             FÉ, ESPERANÇA E CARIDADE






                                                NOSSA SENHORA DE FÁTIMA






                                                           CRISTO REI










                                                            APOSTOLADO





Bom trabalho,  amigos, obrigada.

29 de maio de 2013

Corpus Cristi - PROGRAMAÇÃO







PROGRAMAÇÃO DE CORPUS CHRISTI


O TAPETE FOI CONFECCIONADO PELAS PASTORAIS: Dia 27/05, iniciando ás 08h, até meia noite.

- Este é o 8º (oitavo) ano que as 23 pastorais da paróquia de Cristo Rei, se reúnem e confeccionam um tapete na nave principal da igreja, com vários temas previamente escolhidos, em homenagem ao dia do Corpo do Senhor.

- O Tapete ficará exposto para visitação até o dia 31/05.

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA: Dia 30/05, ás 17h, na Igreja Matriz de Cristo Rei.
Em seguida sairá uma procissão com o Santíssimo Sacramento, da paróquia de Cristo Rei, tendo o seguinte trajeto: Av. Santos Dumont, (com parada no Hospital Gênesis para a benção dos enfermos) rua Isac Mayer, Costa Barros (com parada no Hospital Cura D’ars para benção dos enfermos), Nogueira Acioly e encerrando na Igreja com a benção dos fiéis e da cidade. Será um momento especial para toda comunidade de Cristo Rei.
Temas sobre os acontecimentos da igreja Universal, Local e Paroquial. O Senhor está vivo e passa por todos estes acontecimentos expresso pela Fé das Pastorais neste tapete...



28 de maio de 2013

RABISCOS DE SAUDADES - por João Bitu

Sempre no curso de junho e dezembro
Quando se me abriam as portas das férias
Era como se acabassem as coisas sérias
-Havidas de fevereiro a maio,  lembro,
Igualmente de  agosto  a novembro-,
E o colosso das férias nos acatasse
E a canseira escolar nos deixasse
Aos braços agradáveis do repouso
Dum ano letivo árduo e custoso
E que nada mais nos importasse

Uma contundente alegria me assiste
Mesmo antes que a paz me integre
Com esmero às delícias de Várzea Alegre
Quando tão só alegria ali existe
E por todas as férias subsiste
Parece um paraíso de fato
Sossego, paz e muito aparato
No meio de meus bons amigos
Uma só coisinha  mexe comigo
A indisfarçável saudade de  Crato !

Como era bom estar em nossa terra
Ao sentir o seu natural perfume
Reassumir com afeto os seus costumes
Rever as suas árvores por entre as serras
Até onde a nossa vista encerra.
Assim foi em minha adolescência
De que guardo até hoje sua essência
Com ternura, amor e muita emoção
Bem no íntimo de meu coração
Como o ápice de minha existência

Furtivas serestas feitas com amor
 Sem conhecimento de meus velhos
Que não obstante ouvir os seus conselhos
Fazia ouvido de mercador
E as realizava sem temo
Depois dumas doses de Paraty.
Tarde Fria e a Pérola e o Ruby
Naquela época as mais solicitadas
Eram  as canções então mais cantadas 
Na voz inconfundível de Cauby

E também igualmente sedutora
De Capiba, compositor de primeira
Tocava quase a noite inteira   
Nos auto falantes  da Amplificadora     
A novidade mais comovedora.
Era duma audiência tamanha
Trazia recordações instantâneas
Enchia a todos de perplexidade
Proporcionado muita saudade
-Com a música Maria Betânia

Quanta saudade  hoje eu tenho
Daquelas ousadas aventuras
Que para mim eram meras bravuras
Que as praticava sem o menor empenho!
Hoje, entretanto, só as desdenho,
Pelas noitadas tão inconseqüentes
Afora isto digo francamente
Sinto agora uma saudade malvada.
-Como queria em minha terrinha amada
Gozar umas férias novamente!.

João Bitu
IMPOSSÍVEL ESQUECER
FELICIDADE

                                                                        Agostinho dos Santos
                                                                           A





27 de maio de 2013

Intencionalmente para João Bitu





Ontem ao Luar

(Catulo da Paixão Cearense/Pedro Alcântara)

Ontem, ao luar, nós dois em plena solidão
Tu me perguntastes o que era a dor de uma paixão
Nada Respondi! Calmo assim fiquei!
Mas, fitando o azul, do azul do céu
A lua Azul eu te mostrei
Mostrando-a a ti, dos olhos meus correr sentir
Uma nívea lágrima e, assim, te respondi:
Fiquei a sorrir, por ter o prazer
De ver a lágrima nos olhos a sofrer

A dor da paixão não tem explicação
Como definir o que só sei sentir
É mister sofrer, para se saber
O que no peito o coração não quer dizer
Pergunta ao luar, travesso e tão taful
De noite a chorar na onda toda azul
Pergunta ao luar, do mar à canção
Qual o mistério que há na dor de uma paixão

Se tu desejas saber o que é o amor
Sentir o teu calor
O amaríssimo travor do seu dulçor
Sobe o monte à beira mar, ao luar
Ouve a onda sobre a areia a lacrimar
Ouve o silêncio a falar na solidão
De um calado coração, a penar
A derramar, os prantos seus!
Ouve o choro perenal, a dor silente, universal
E a dor maior que é a dor de DEUS

Se tu queres mais saber a fonte dos meus ais,
Põe o ouvido aqui na rósea flor do coração
Ouve a inquietação da merencória pulsação.
Busca saber qual a razão
Por que ele vive, assim, tão triste, a suspirar.
A palpitar em desesperação
A teimar, de amar um insensível coração
Que a ninguém dirá no peito, ingrato em que ele está
Mas que ao sepulcro, fatalmente, o levará

Link: http://www.vagalume.com.br/marisa-monte/ontem-ao-luar.html#ixzz2UXExMBde









26 de maio de 2013

Maio - MÊS DE MARIA






Mês de maio findando e eu fico a relembrar as novenas de Nossa Senhora, A COROAÇÃO, as fortes orações de minha mãe pedindo para que eu voltasse a caminhar, os fiéis acompanhando a Virgem Santa... esse hino me toca profundamente.










25 de maio de 2013

Momentos Fafá






1 -Na pracinha da igreja na famosa monareta
2 -Aos 15 anos no término da 8a. Série
3 -No Rio Sena em Paris
4 -Recebendo placa no CL - IMPARH
5 -A dona de casa...
onde quer que eu esteja jamais esquecerei
desse sorriso maroto (foto 4)
Não me arrependo de nada do que fiz
e sou feliz.










FRANCESINHA - por João Bitu


        F lores que enfeitam o jardim

     R  egadas com intenso amor

          A guardadas com um único fim

         N ão sucumbiram ao predador.

C om harmonia e carinho

  E xistem para ser mimadas,

S ensíveis em seu cantinho.   

I nstando por ser amadas.

       N ão há pomar lindo e mais belo
    
   H orta de plantas mais odorosas

      A mor... afeto e flores tão mimosas.


JOÃO Alves BITU



Amei esse acróstico e resolvi reprisar. O clip é uma boa recordação do Parque Lima nas festas da longínqua Várzea Alegre.. 


INOUBLIABLE!



F....DE FAFÁ




24 de maio de 2013

AGRADECIMENTO.


Certa vez vi em algum lugar uma frase que dizia assim:
"Se queres conhecer seus verdadeiros dons, olhe para dentro de si, e para as pessoas que estão em seu redor".
Isso me chamou atenção e comecei a me interrogar. E depois de muito pensar, descobri que são as pessoas que me rodeiam que fizeram com que conhecesse meus verdadeiros dons e passei a me ver com meus valores. Dentro de mim estão abrigados amigos que se preocupam comigo, me dão atenção e me estimulam a ser mais humana e aceitar as coisas com humildade.
O que escrevo, aqui agora é um agradecimento pela linda homenagem recebida  através  de um depoimento feito por uma AMIGA, lá no BLOG DE FRIDDA.
Obrigada Fafá. Tenha um excelente final de semana.
    Fideralina.

23 de maio de 2013

Coroação de Nossa Senhora




Coroação de Nossa Senhora na escola de Maria Eduarda.
Maria foi coroada pelos alunos do nono ano, já que é o último ano deles na escola MARIA AUXILIADORA.








Essa garota é neta de Cleide sendo então a mascote do blog.








               Parole de tia Fafá que a ama muito





21 de maio de 2013

DIA DO ABRAÇO





                        DUDU, queremos transmitir nessa foto todo carinho que sempre tivemos por você. Sinta-se abraçado pelas tias FAFÁ E ZEZÊ que te querem muito bem.


















20 de maio de 2013

O FUTURO A DEUS PERTENCE


Ocasionalmente fico  a imaginar
Se me vou agora ou se ainda fico
Porquanto se for agora  eu abdico
Do muito que guardo neste lugar
Sem esperança dum dia voltar.
Aconteça porém o que acontecer
Ficar ou não ficar não posso escolher
Duma coisa sei desde pequenino
Como haverá de ser o meu destino
Não sou eu jamais quem vai saber

Concluo que melhor mesmo é esquecer
E entregar o porvir nas mãos DELE.
Pelo dom do Espírito “TEMOR A ELE”
Em que piamente eu posso crer
E cultuá-lo em todo meu viver!
Coragem eu tenho ou coisa parecida
Para cumprir a sina a mim atribuída
E com todo dispor e pra todo efeito
Acolher com amor e respeito
Quer seja aqui ou noutro plano de vida

João Bitu
 
IMPOSSÍVEL ESQUECER
ONTEM AO LUAR
 
 
                                                                     Silvio Caldas

 

 

 

Agradecendo...



É, meu irmão, agora ficamos sabendo onde você encontra   inspiração para suas belas poesias: é nesse paraíso que tivemos a oportunidade de conhecer semana passada. Volte sempre e aproveite bem o clima que se instala nesse lugar lindo...
.





Obrigada pela boa acolhida, gostamos muito.



E agora vamos descendo a ladeira......



....as duas meninas como dizia nosso pai




















19 de maio de 2013

NOSSA SENHORA DE FAFÁ







NOSSA SENHORA DE FAFÁ

Entrando por um ouvido e saindo por um teclado,
enquanto assistíamos ao Jornal Nacional.
(Fidera e Sávio)

Certa vez, hospedei com alegria
Uma santa, bendita, que ganhei.
Sendo Graças, seu nome, eu abracei
Com afeto, aquela Ave Maria.
Mas chorei, em soluços, outro dia
Quando a ex-dona por lá apareceu.
Numa noite, que nunca amanheceu,
Retirou a santinha do altar
E a fé, que eu tinha, deu lugar
A este engano, que me aconteceu.

Desganhei o que eu já havia ganho
Numa noite, que tento esquecer,
Pois a amiga tentou me convencer
Com um papo, pra mim, de bom tamanho.
Uma alma, num sonho muito estranho
Numa casa, chorando, apareceu
Foi aí, que o fantasma a convenceu
A santinha, tirar do meu altar,
E a fé, que eu tinha, deu lugar
A este engano, que me aconteceu.
Sávio Pinheiro






MEU NOME É FELICIDADE.

Meu nome é felicidade





Mensagem de Felicidade

Olá, muito prazer, meu nome é Felicidade.

Faço parte da vida daqueles que tem amigos, pois ter amigos é ser feliz.

Faço parte da vida daqueles que vivem cercados por pessoas como você, pois viver assim é ser Feliz!

Faço parte da vida daqueles que acreditam que ontem é passado, amanhã é futuro e hoje é uma dádiva, por isso chamado presente.

Faço parte da vida daqueles que acreditam na força do Amor, que acreditam que para uma história bonita não há ponto final.

Eu sou casada sabiam? Sou casada com o Tempo.

Ah! O meu marido é lindo! Ele é responsável pela resolução de todos os problemas, ele constrói corações, ele cura machucados, ele vence a Tristeza... Juntos, eu e o Tempo tivemos três filhos: a Amizade, a Sabedoria, e o Amor.

Amizade é a filha mais velha. Uma menina linda, sincera, alegre. A Amizade brilha como o sol. A Amizade une pessoas, pretendendo nunca ferir, sempre consolar.

A do meio é a Sabedoria, Culta, Íntegra, sempre foi mais apegada ao Pai, o Tempo. A Sabedoria e o Tempo andam sempre juntos!

O caçula é o Amor. Ah! como esse me dá trabalho! É teimoso, às vezes só quer morar em um lugar... Eu vivo dizendo: Amor, você foi feito para morar em dois corações, não em apenas um. O Amor é complexo, mas é lindo, muito lindo. Quando ele começa a fazer estragos eu chamo logo o pai dele, o Tempo, e aí o Tempo sai fechando todas as feridas que o Amor abriu!

Uma das pessoas mais importantes me ensinou uma coisa: Tudo no final sempre dá certo, se ainda não deu, é porque não chegou o final.

Por isso, acredite sempre na minha família. Acredite no Tempo, na Amizade, na Sabedoria e, principalmente no Amor. Aí, quem sabe um dia, eu, Felicidade, não bato à sua porta?

Tenha Tempo para os Sonhos, Eles conduzem sua carruagem para as Estrelas.

 

 

Lucia Ximenes


EU SOU ASSIM



Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim.
Meu mundo é hoje não existe amanhã pra mim
Eu sou assim, assim morrerei um dia.
Não levarei arrependimentos nem o peso da hipocrisia.
Tenho pena daqueles que se agacham até o chão
Enganando a si mesmo por dinheiro ou posição
Nunca tomei parte desse enorme batalhão,
Pois sei que além de flores, nada mais vai no caixão.
Eu sou assim, quem quiser gostar de mim eu sou assim


(PAULINHO DA VIOLA)





         Meu pai me chamava assim e eu gostava tanto......





17 de maio de 2013

OS SETE DONS DO ESPÍRITO SANTO.


O PARAÍSO DE DONA LULU



Grato ao santo Pai que me fez assim
E a Cristo Jesus o nosso Salvador
O filho de Deus amado e meu Senhor
E ao Espírito Santo que está em mim
-À Trindade Santa de amor ser fim-
Agradeço com amor neste feliz momento
Por esta linda casa e  em complemento
A minha saúde, a paz e a harmonia
Que têm sua benção como documento
                                                          

Esta casa em Beberibe é de DEUS
ELE me deu por posse vitalícia
Ninguém a toma é uma primícia
Fruto dos benignos poderes seus...
Só a mim pertence e aos meus
E a quem mais quiser Ele enfim.
Seja bem aventurada sempre assim
Para ela esteja a Sua face voltada
Nossa casa é pelo Senhor abençoada
Para séculos e séculos sem fim.

João Bitu

15 de maio de 2013

DIA DA FAMÍLIA.







Somos muito ligados à família e não seria hoje que deixaríamos de prestar essa singela homenagem à família do Sr. José Bitu das Lagoas, com muito orgulho






Família que cresce unida permanece unida.