2 de março de 2013

O QUE FOR ... SERÁ - João Bitu

Quando a sorte não está favorável
Nada adianta  se  forçar barra
Em qualquer empecilho esbarra
E não se obtém - o fim desejável...
È querer fugir do inevitável
Quando o destino já foi traçado.
Não há como fugir do resultado
Porquanto, o amanhã, a Deus pertence
Do contrário ninguém me convence
Aceitar, pois, é fato consumado

Quando jovem quis formar um lar
Movido pelo coração em brasa
Pretendi usar a prata da casa
E sem mais delongas me emancipar.
O tropeço veio sem nada avisar
E se opôs a tudo num rompante
Destruiu aquela paixão brilhante
Ardorosa e de tanto fulgor
Fui achar um novo e terno amor
Numa terra estranha e bem distante.

                                                                                  
Assim é tudo o que a gente planeja
Sem sondar a vontade do amanhã
Mesmo quando se tem uma idéia sã
Para realizar o que mais deseja
Nem sempre acontece como se almeja.
Haja vista a ânsia duma gestante
Aguardando a vinda a todo instante
De um filho ou filha a nascer
Um menino? Bem que podia ser!
Mas lhe vem menina - não obstante!
A princípio se fica reticente
Por não obter o que era esperado
Sem saber que o que lhe foi negado
Tornar-se-ia até desconveniente
Assim Deus quis evidentemente
Duma outra forma nos contemplar
 Pela sua sabedoria sem par
Não acolheu aquilo que foi pedido
Ao invés então do que é pretendido
Sempre tem algo muito melhor para dar!

João Bitu
IMPOSSÍVEL ESQUECER
O QUE SERÁ... SERÁ!
Doris Day
                                                                                                


2 comentários:

  1. Sr. João:

    Para tecer comentário sobre o poema em questão, seria necessário uma reciclagem. E, para não forçar a barra e não fugir do resultado das suas inspirações ou quem sabe; veracidade, tento atingir seu objetivo sem precisar o convencer pois conforme um dos versos: "ACERTAR É FATO CONSUMADO"....
    Finalizo repetindo os quatro últimos versos do poema:
    Pela sua sabedoria sem par
    Não acolheu aquilo que foi pedido
    Ao invés então do que é pretendido
    Sempre tem algo muito melhor para dar!
    Um abraço:
    Fideralina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado companheira e amiga. Deus esteja conosc

      João Bitu

      Excluir