30 de agosto de 2012

FESTA EM VÁRZEA ALEGRE - Por Vicente Almeida




FESTA EM VÁRZEA ALEGRE

video


O tempo não deixou que a religiosidade do povo nordestino perdesse a força da sua tradição.

A Paróquia de São Raimundo Nonato na cidade de Várzea Alegre CE. É motivo de orgulho para o povo varzealegrense, que há 149 anos ininterruptos, realiza a festa anual do seu Padroeiro. Nesse período a cidade recebe muitos visitantes.

Seus filhos que passaram a residir em outras áreas geográficas vêm para participar das comemorações, ali permanecendo e aproveitando para visitar parentes e amigos.

Matar as saudades é o que mais querem, e sempre que chegam se deparam com nova roupagem na cidade. Observam que ela cresceu bastante; novos parentes, novas ruas e novas atividades no setor produtivo. Enfim  o progresso é notado e eles se orgulham de ter Várzea Alegre como seu berço.

Por ocasião dos festejos anuais do seu Padroeiro naquela Paróquia, criada em 30/11/1863 por D. Antônio dos Santos, primeiro bispo do Ceará, muita gente é atraída para a SALVA DO MEIO DIA.

Para conferir a beleza do ato no dia 22 de Agosto viajamos até aquela cidade. Em lá chegando, inicialmente visitamos a casa do meu inesquecível amigo José André de Morais, de saudosa memória, onde encontramos sua esposa D. Tonha e seus filhos Dinha, João e Raimundo, de quem tivemos acolhedora recepção. Daí seguimos para a bela chácara do casal Menezes/Micaelly, onde nos receberam com uma alegria contagiante, e lá aguardamos a hora da SALVA DO MEIO DIA, que claro, seria ao meio dia.

Às 11h45min nos encaminhamos para a Matriz cujo pátio estava festivamente engalanado.
Logo percebi que a SALVA DO MEIO DIA é um momento histórico de grande alegria para o povo varzealegrense. A igreja Matriz se enche de devotos, curiosos e visitantes. É um Magnífico Cenário.

Fiquei sabendo que durante os dez dias de festas, ao meio dia, na porta lateral, o Padre Mota, ali radicado há 43 anos, inicia o seu relatório financeiro e religioso das atividades festivas. A cada interrupção do relatório, a banda de musica, postada no pátio ao lado direito da Matriz, composta por 26 pessoas (homens e mulheres) dentre elas; crianças de 12 anos e homens de até 70 executava um dobrado com a maestria de grandes músicos.

O som do dobrado se eleva aos céus como uma prece e eu senti naquele momento, mais uma vez, a demonstração do grande amor do criador com suas criaturas. Vi a explosão dos foguetes festivos, subindo, rasgando o espaço, diria até, furando a barriga do céu e explodindo no ar como a gritar nossos pensamentos: “SENHOR, estamos aqui, cuida de nós, concede-nos a capacidade de te amar cada vez mais”.

Olhei para o semblante dos componentes daquela banda e vi estampado em seu olhar à imensa alegria com que dedilhava cada instrumento. Ali estava eles externando através do som o seu sentimento de amor, a sua satisfação.

Um fotógrafo se postava em cada canto, desejando registrar o histórico e inesquecível momento. O sol do meio dia era abrasador, mas isto não inibia a presença de muita gente e ninguém se preocupava em procurar sombra, mesmo por que o interior da igreja já estava lotado. O povo queria mesmo era ver quem estava tocando e ouvir de perto aqueles dobrados memoráveis.

Após a SALVA DO MEIO DIA, participamos da Hora da Graça, com o santíssimo circulando entre os fiéis.

Ao encerrar o ritual, fiquei deslumbrado e quis ficar um pouco mais naquele ambiente sublime e majestoso. Valia a pena se demorar um pouco dentro daquela igreja, pois observava atentamente o semblante do povo, honrado com graças alcançadas. Sentíamos como se raios luminosos e invisíveis envolvessem cada um dos presentes, pois via no seu olhar uma paz indescritível.

E o seu Vigário é daqueles que se preocupa com o bem estar da sua comunidade, pois observei que naquela Igreja-Matriz todos os bancos têm assentos e encostos estofados e macios.

A SALVA DO MEIO DIA, todo ano é muito exaltada em prosa e versos por muitos habitantes do lugar, e eu encantado com suas narrativas, não me contendo fui ver de perto. Fiquei deslumbrado e até arrisquei fazer umas quadrinhas.

A grande família varzealegrense está de parabéns, merece o destaque.
Finalmente após um lauto banquete oferecido por nossos anfitriões regressamos ao Crato.

*******************************************************

Vai todo mundo faceiro
Feliz, alegre, contente.
Menino vai tanta gente
Ver São Raimundo Nonato
O que eles querem de fato
E curtir com alegria
Momentos de harmonia
Na festa do padroeiro
Vai gente do Juazeiro
PRA SALVA DO MEIO DIA.

Eu é que não vou ficar
Feito bobo aqui no Crato
Vendo todo o aparato
Se deslocando prá lá
E não vou me demorar
Pois to vendo a correria
Vou entrar na romaria
Quero é poder contar
O que foi que vi por lá
NA SALVA DO MEIO DIA.

Fiquei com muita vontade
Pra conhecer a festança
Guardar na minha lembrança
E relembrar com saudade
O bloco da amizade
E contar no dia a dia
Por toda essa freguesia
Que São Raimundo Nonato
É merecedor de fato
DA SALVA DO MEIO DIA.

Escrito por Vicente Almeida
30/08/2012

8 comentários:

  1. Meu caro Vicente boa tarde.
    Acabo de ler suas apreciações sobre a Festa de São Raimundo, padroeiro da cidade de Várzea Alegre, sobressaltando notadamente a SALVA DO MEIO DIA, um hábito que se repete ano a ano desde a criação da Paróquia nos idos de 1800.
    Fiquei encantado e agradecido com tão lindos elogios au meu torrão amado, muito merecidos, modéstia à parte. Tenho a lamentar que quase nos encontramos, porquanto lá estive também entre os dias 24 e 26 do mesmo mês. Fiquei encantado com as belezas da cidade, muitas novidades, muita gente participando dos festejos. Pena que não tenhamos nos encontrado.
    Muito obrigado pelas referências agradáveis sobre a boa terra.
    Receba um forte abraço,
    João Bitu

    ResponderExcluir
  2. Amigo Vicente,

    Como sempre você nos surpreendendo, já havia visto o relato de meu irmão que também por lá esteve. A apreciação de vocês me deixou mais tranquila em relação a nossa querida Várzea Alegre.Assisti toda a programação religiosa pelo site da paróquia e me emocionei demais.Agradeço também a boa acolhida de Menezes e Michaela ao casal da VILA ENCANTADA. Em nome da Bituzada agradeço as boas referências a nossa boa terra. Que São Raimundo continue lhe iluminando para continuar nos presenteando com uma homenagem como essa. Um forte abraço de MARIA DE FÁTIMA BITU

    ResponderExcluir
  3. Eh...

    João Bitu:

    Realmente gostei das comemorações em homenagem a São Raimundo Nonato. E a "Salva do Meio Dia" é histórica.

    Fátima:

    Narrei o que vi.

    ResponderExcluir
  4. É..Vicente,

    A salva é emocionante demais. Assistia todo dia pelo site da paróquia. Você narrou muito bem. Parabéns e obrigada

    ResponderExcluir
  5. Oi Vicente ,
    Que bom que vcs gostaram da festa de São Raimundo.Só tenho certeza de uma coisa....Vcs não vão perder nenhuma festa,kkkk . Adorei a sua narração.Abração para vcs.

    ResponderExcluir
  6. Valdênia e Vicente,

    Obrigada pela visita a minha alegre VÁRZEA ALEGRE e pelo carinho da postagem. Abraço Fátima Bitu

    ResponderExcluir
  7. Fátima

    O Vicente não queria publicar o dobrado por que gravou som do Dobrado com seu celular e achou que estava ruim. Mas depois que ouvi achei que não tinha problema. Então ele mandou a Viviana colocar as fotos e transformar em MP4. A festa é linda. Ele narrou direitinho como se deu.

    ResponderExcluir
  8. Valdênia,

    Ficou legal mesmo sendo de celular, é que teu marido é perfeccionista. Tenho mais é que agradecer, afinal de contas, ele estava me prestando um favor. Realmente a festa ficou linda e eu me orgulho de vocês terem prestigiado. Apareça sempre por aqui, isso me agrada e muito.Abraço Fátima

    ResponderExcluir