4 de fevereiro de 2013

UMA OUTRA PORTA - por João Bitu

SOU um homem realmente sadio
Graças a Deus calmo e até tranqüilo
Já passei por isto e por aquilo
Superei  a tudo com muito brio...
Não é, pois um simples arrepio
Que me deixa fraco e acamado
Sou disposto e sou abençoado
 Por Aquele em quem muito  creio
De coisíssima alguma tenho receio
Estou sempre alegre e bem humorado!

Sofri  uma delicada cirurgia
De um tumor maligno na garganta
Quão benditas são aquelas mãos santas
Que a faringolaringectomia
 Realizaram com tanta maestria
Que é tudo o que me importa,
Eu louvo ao Senhor que bem me conforta
Curto a sobrevida serena e bela
Por ver que ELE quando fecha uma janela
De imediato nos abre uma “Outra Porta”

João Bitu

Hoje está fazendo 14 anos que cheguei ao hospital  com João e esposa e toda coragem que Deus me deu.

Na madrugada, seus 4 filhos chegaram ao apartamento trazendo uma força que não sei de onde tiraram mas era pura alegria apesar da insegurança de todos.

O médico havia dito que o poeta iria sobreviver uns 2, 3 anos. Acompanhamos a cirurgia, tratamento... Realmente não foi fácil.

Tudo passou, ele agora curte suas viagens, seus filhos e netos e eu me sinto muito orgulhosa em ver suas poesias aqui no blog... 

Meu irmão poeta, essa homenagem tinha que sair porque você é uma grande lição de fé e sabedoria. Jamais esquecerei de sua chegada em casa todo de branco e eu ainda coloquei essa música para iluminar sua volta triunfal...

Maria de Fátima

ELE quando fecha uma janela, de imediato nos abre uma “Outra Porta”


video



3 comentários:

  1. É...

    Caro amigo João Bitu:

    Deus infinitamente justo, sábio e soberano
    Estabeleceu o tempo da nossa duração
    A medicina convencional então
    As vezes comete grande engano
    Ao pretender no seu quotidiano
    Profetizar sobre os dias que nos resta
    Mas profecia assim não presta
    assusta, incomoda e tira da família a paz
    Se na medicina o doutor é capaz
    Na profecia está perdido como na floresta.

    ResponderExcluir
  2. Vicente,

    No nosso caso, a família arregaçou as mangas e foi à luta. João se submeteu a tratamento rigoroso, sempre muito cuidadoso e confiante. Eis o resultado: escreve suas memórias, curte sua família e vive bem. Obrigada pela sua atenção.
    Fátima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Vicente
      Eu estive adoentado, inclusive tive preocupações devdo a certas novidades que mexeram com o bom andamento de minhas idéias e pensmentos. O sistemA nervoso meio abalado mas tudo está passando, graças a Deus. São coisas da idade. sinto-me melhor agora.
      Obrigado pela sua assistência. Em breve pretendo voltar a mexer com aquele plano.
      Receba um forte abraço,
      João Bitu
      João Bitu

      Excluir