28 de julho de 2012

GATO VERSUS PÃO - Por Vicente Almeida


É... Está provado que quando o nosso saboroso pão cai, cai sempre com a manteiga para baixo, e às vezes na terra.

É verdade também que quando seguramos um gato de cabeça para baixo, e o soltamos de certa altura, ele é tão veloz que cai sempre em pé sobre as quatro patas. Esta experiência em minha infância, eu e muitos meninos traquinos fizemos e comprovamos. Talvez até você, por achar engraçado ou para comprovar o que os outros já afirmavam.

O que nunca fizemos foi amarrar o pão no dorso do gato para observar o resultado. Mas outros fizeram por nós. VEJA:



Após ver o vídeo, você perceberá algo fantástico, Fique atento e diga o que percebeu antes e depois da experiência. Se não tiver descoberto o fato, depois explicarei.

8 comentários:

  1. Meu caro anigo Vicente Boa Tarde. Cheguei ontem de Beberibe onde fui para pensar um pouco mais e clarear as ideias. Lamento informar que o repouso por lá não foi suficiente para que ao chegar em casa e ler a sua postagem sobre o pulo do gato, fosse capaz de me fazer perceber e decifrar o mais fantático no fato
    VAI SER NECESSÁRIO O SEU ESCLERECIMENTO. Tenho certeza de que é uma coisa muito interessante. Agradeço, antecipadamente,
    João Bitu
    João Bitu

    ResponderExcluir
  2. Em tempo: Eu pretendi escrever "fantástico"]
    Vale

    ResponderExcluir
  3. Eh...

    João Bitu:

    Parece que aqui somos os únicos apreciadores de curiosidade.

    Pois bem, o fantástico no vídeo é o fato de antes do gato gerar energia de modo contínuo, o ventilador, as lampadas e motores funcionavam lentamente e estava quase escuro.

    Depois que o homem amarrou o pão nas costas do gato ficou aquela indecisão se o pão cairia com a manteiga para baixo ou se o gato cairia de costas.

    Como os dois casos é praticamente impossivel, ambos criaram uma força contínua GERANDO TANTA ENERGIA que clareou até a cidade e isto achei FATÁSTICO. Muito criativo.

    ResponderExcluir
  4. É..Vicente, você achou fantástico e eu achei o " post" muito criativo mas não me senti à vontade para comentar...deixei para os mais apreciadores da curiosidade.
    Boa Tarde!

    ResponderExcluir
  5. Eh...

    Ô Maria de Fátima Bitu:

    ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺ ☺

    Acabe com essa história de dizer que não sabe comentar as postagens, essa modéstia não vale pra mim. Sei que vc sabe muito bem o que quer dizer quando quer. Tá com preguiça de escrever é?

    ResponderExcluir
  6. Oh, Vicente Almeida, realmente não sou nada modesta mas tem postagens suas que não me sinto segura em responder. Concordo em parte. Você mesmo já comentou aqui que há postagens que você acha melhor não comentar. Gostei da inovação abaixo de O MARIA DE FÁTIMA BITU!Não se trata de preguiça, viu?

    ResponderExcluir
  7. Desculpa, mas só acho parecido os debates seu e de Vicente com aquela Fábula: " GATO E O RATO",,,,,
    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  8. Eh...

    Fátima:

    Essa inovação são carinhas dengosas, só pra falar do seu dengo em não comentar.

    Fideralina:

    Deixei recado pra você em seu e-mail.

    ResponderExcluir